17 de jul de 2016

Resenha: Os Três

|


*último livro enviado pela parceria com a Arqueiro*


Um livro onde quatro acidentes de avião acontecem ao mesmo tempo, causando a morte de centenas dos passageiros e onde sobrevivem apenas três crianças. Um livro onde em uma última gravação de uma das passageiras deixa subtendido que há um mistério envolvido. Tudo isso já seria o suficiente para o livro ser surpreendente e maravilhoso não é mesmo? Não!

Apesar desse livro dividir muitas opiniões dos leitores, eu o peguei para ler com a impressão que eu ia gostar dele. Mas na verdade, a única coisa que não me fez abandona-lo foi minha curiosidade sobre o motivo daquilo tudo.

As tragédias com os quatro aviões acontecem em pontos diferentes do mundo e após isso, apenas três crianças sobrevivem, uma de cada acidente.A partir daí acompanhamos a vida das famílias das crianças, como a impressa afetaria a vida deles e como as pessoas vão superando e encarando essa desgraça e esse milagre. Os Três é contado como se fosse um livro dentro de um livro, pois é uma compilação de histórias e fatos feita por um jornalista que iria publicar um livro sobre esse dia, que ficou conhecido na história como a Quinta-feira Negra.

Esse ponto de vista de ter um livro ficcional dentro do livro real é interessante, porém a forma como os capítulos foram arranjados deixou tudo confuso. Cada capítulo tratava de um parente de uma criança diferente. Então o leitor fica conhecendo os membros das famílias, suas crises, suas dificuldades e ainda fica conhecendo alguns amigos e afins. Ou seja, são muitos personagens para pouco conteúdo.

Se não houvesse tantos personagens com situações a contar, talvez tivesse dado certo. Mas ao ponto que eu ia lendo eu já não sabia mais quem estava narrando, a quem estavam se referindo. Então ficou tudo chato, massante e desinteressante. Eu não consegui criar nenhum vínculo com os personagens e nem ao menos as crianças sobreviventes se mostraram personagens interessantes. A única coisa que me movia a ler era a curiosidade de porque apenas crianças sobreviveram, mas em nenhum momento a leitura instigou minha curiosidade. Eu cheguei ao ponto de pular várias páginas em diversos momentos somente para terminar logo.

Apenas nas últimas vinte páginas, quase um epílogo, é que a autora conseguiu acelerar a história e criar um bom suspense, o que deveria ter sido feito desde o início. Mas mesmo assim não foi bom o bastante, pois ela conseguiu mudar completamente aquela que havia sido a melhor personagem do livro e com isso arrasou o final que foi dúbio.

Infelizmente, eu fui mais uma leitora que não gostou do livro, mas como sempre digo nenhuma resenha é absoluta, então se quiser se aventurar leia Os Três para tirar suas próprias conclusões. Mas para mim foi uma total perda de tempo.

Beijos

9 comentários:

  1. Com certeza não é meu estilo de leitura, histórias com acidentes, mortes, etc não é para mim kkkk. As capas dos dois estão lindas, mas uma pena que você tenha se decepcionado um pouco com a leitura, e não tenha sido o que você esperava. Ótima resenha, acho que você conseguiu apontar os fatos que você não gostou, e acho que isso é muito importante :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Nati! Tudo bem?
    Sério que o livro deixa a desejar? A sinopse parece prometer muito. Uma pena. Bem, livros densos e que envolvem desastres e mortes não muito a minha cara, as vezes leio, muito raramente na verdade. Adorei sua resenha e a sinceridade nela. Bj
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oiii Nati, como vai?
    Poxa fiquei bem chocada pelo livro deixar a desejar, realmente isso me abalou. Mas, eu me apaixonei loucamente pela premissa, apesar disso ainda anotei a dica, pois nem sempre encontro obras com esse tema. Parabéns pela resenha.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Oi, que pena que o livro te decepcionou, pois só vejo elogios acerca desse livro. É tão ruim quanto temos uma expectativa sobre um livro e ele não satisfaz aquilo que pretendíamos, pois sentimos que foi perda de tempo, como aconteceu com você, mas mesmo assim, vou me aventurar, e ler esse livro e tirar minhas proprias conclusões.
    bjus

    ResponderExcluir
  5. Oi,
    Não é meu gênero preferido de leitura e desanimei um pouco de ler o livro. Já não tinha tanta vontade assim...
    Com certeza não será um livro que irei procurar para ler no momento.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Nati.

    Que pena que não foi uma leitura agradavel.Acho que vou deixar a leitura mais para frente, além de não ter o livro, no momento tenho lido algumas resenhas com opiniões dividas. Quem sabe futuramente eu leia e tiro minha próprias conclusões. Parabéns pela resenha.

    Bjos

    ResponderExcluir
  7. Oi Nati!

    Pensei em ler esse livro, mesmo sendo de um gênero que não costumo ler muito. Mas depois da sua resenha, desanimei bastante. É uma pena o livro não ter sido tudo o que você imaginava e a história só melhorar no final. Vou deixar para um outro momento. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Poxa, é uma pena que o livro tenha sido maçante e cansativo para você :/ lembro de ter visto algumas pessoas falando a mesma coisa sobre ele, mas também vi muitos elogios, então me sinto um pouco curiosa para conhecê-lo. Vai que acaba sendo uma leitura melhor para mim, né? Mas é uma pena que tenha sido chato a ponto de você ter que pular algumas páginas em busca de ação e suspense :/
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  9. Eu te entendo Nati, senti o mesmo, em algumas partes da leitura ficava toda empolgada em outras era tão zzzzZ... Mas mesmo assim queria ler o outro livro O quarto eu acho...

    ResponderExcluir

Sejam bem-vindos e fiquem à vontade para comentar!

Comentários ofensivos e similares não serão aceitos.